OFICINa DE PSICaNaLISE LaCaNIaNa

 

s estudos do inconsciente, inaugurados por Sigmund Freud (1856-1939), trouxeram nova relevância às paixões da vida cotidiana. Mas foi Jacques Lacan (1900-1981), psicanalista

francês, por volta da década de 70 que dá um novo e decisivo passo em prol da saúde mental inaugurando o que hoje é conhecido como a "Clínica do Real".

A partir deste novo paradigma, a psicanálise reconstrói conceitos tais como o inconsciente, o sintoma, a transferência, etc.
A ‘Oficina de Psicanálise Lacaniana’ abre o Espaço de Estudos ‘a LETRa’ dando seqüência ao compromisso de avançar na pesquisa, nos estudos e na transmissão da psicanálise, tendo a clínica como ponto de partida e questionando o construto teórico de forma a conquistar maior eficácia clínica.


Para participar das atividades no Espaço de Estudos ‘a LETRa’ é imprescindível a apresentação de um projeto clínico particular.

A prática clínica deixa constantemente o analista em suspensão. Os manejos clínicos nos acompanhamentos terapêuticos, nas instituições e nos atendimentos de consultórios implicam na confrontação com a angústia do não saber que a clínica provoca; tarefa árdua de se posicionar como objeto a criando espaços vazios para que surja o sujeito do inconsciente.

O Espaço de Estudos ‘a LETRa’ é um local de compartilhar angústias clínicas, ao invés de esmorecer ou seguir fórmulas prontas que desresponsabilizam o psicanalista de seu ato. Este Espaço traz o questionamento dos manejos e a interrogação da produção teórica como instrumentos privilegiados na formação do psicanalista na Oficina de Psicanálise Lacaniana.

Ao criar este Espaço também procuramos deixar o psicanalista mais disponível à sociedade, financiando a interrogação sobre a excelência em saúde mental.

Clique e conheça o "plano de estudos"